Funcionamento de 2ª à 6ª feira das 9h às 18h. Recepção de amostras até às 16h30.
(11) 2872-2552 | (11) 94057-1550

Category

Publicações
Por Alessandra Maria Dias Lacerda O proto-oncogene c-KIT tem implicação na patogênese de várias doenças neoplásicas, incluindo tumores gastrointestinais estromais e mastocitose em humanos e mastocitomas em cães. Webster e colaboradores (2006) foram pioneiros em estabelecer a correlação da significância prognóstica entre mutação do c-KIT, localização e expressão da proteína KIT. A avaliação da localização […]
Saiba mais
Por Alessandra Maria Dias Lacerda A graduação histológica dos mastocitomas cutâneos em cães tem seu valor em determinar valores prognósticos e terapêuticos. Entretanto, devido à grande variação entre os tumores considerados intermediários (grau II, classificação de Patnaik, 1984), sua relevância prognóstica nesses tumores pode ser questionável. A fim de sanar esse predicamento, atualmente usa-se como […]
Saiba mais
Por Caio Fernando Monteiro Gimenez     Os carcinomas mamários em gatas são altamente malignos e estão associados a um mau prognóstico, embora a maioria dos estudos relatem uma sobrevida ampla após o diagnóstico.           Atualmente os carcinomas mamários em gatas são classificados e graduados de acordo com o sistema proposto por […]
Saiba mais
Por Caio Fernando Monteiro Gimenez        Os tumores mamários caninos são classificados de acordo com os tipos histológicos sugeridos por  GOLDSCHMIDT et al. (2011) e são divididos em hiperplasia, neoplasia benigna e neoplasia maligna. Tipos histológicos dos tumores de mama em cadelas, propostos por GOLDSCHMIDT et al. (2011).     Atualmente os tumores mamários […]
Saiba mais
Por Alessandra Maria Dias Lacerda Os sarcomas de partes (tecidos) moles são neoplasias mesenquimais derivadas do tecido mole conectivo. Podem ocorrer em qualquer sítio anatômico, embora comumente envolvam o tecido cutâneo ou subcutâneo. O tratamento se dá pela excisão cirúrgica, sendo o tempo de sobrevida geralmente longo, pois os cães afetados são em sua maioria […]
Saiba mais
Por Carolina Gonçalves Pires Atualmente os mastocitomas subcutâneos possuem uma classificação histológica diferente em relação aos mastocitomas cutâneos. Thompson et al. (2011) classificaram os mastocitomas subcutâneos em três padrões que foram determinados na objetiva de 4x de microscópio de luz: 1) circunscrito; 2) combinado (infiltrativo/ circunscrito); 3) infiltrativo. A maioria dos mastocitomas subcutâneos possuem um […]
Saiba mais
Por Carolina Gonçalves Pires A graduação histológica dos Mastocitomas cutâneos é muito importante para correlacionar tempo de sobrevida do animal e prognóstico. Atualmente a graduação dos Mastocitomas cutâneos é feita através de duas classificações diferentes citadas abaixo. Os Mastocitomas subcutâneos não se enquadram nessa classificação. Canine Cutaneous Mast Cell Tumor: Morphologic Grading and Survival Time […]
Saiba mais